Moda em Foco: Semana do Audiovisual (SEDA) traz Oficina de Fotografia de Moda para Manaus

SEDA Fora do Eixo Maoleskine

Sabe aquelas cidades onde há tantas programações culturais que você precisa ficar de olho pra não perder boas oportunidades? Manaus está caminhando pra essa realidade, visto que a cada mês surgem mais oficinas, amostras, palestras, exposições e o mais legal: grandes eventos relacionados à moda. Nos dias 8 e 9 desse mês, a Fora do Eixo trouxe uma oficina que veio alimentar um público crescente, os fotógrafos, que são os principais meios de registro da realidade, e já que a moda amazonense está ganhando novas proporções, eles precisam estar preparados para retratar essa nova fase e acompanhar o fluxo criativo nos editoriais e passarelas, com qualidade. café teatro Manaus Maoleskine

O evento aconteceu num dos lugares mais aconchegantes da cidade, o Les Artistes Café Teatro! Aberto desde novembro do ano passado, o teatro é o primeiro a ser construído pela prefeitura em Manaus, com estrutura de 600m² e estacionamento próprio (o que anula possíveis desculpas de não comparecer às peças e exposições lá porque é perigoso e difícil encontrar vagas no centro).

Não é todo dia que se tem a oportunidade de aprender dicas e truques de profissionais que já conhecem o mercado da Moda na sua efervecência, no São Paulo Fashion Week ou mesmo em editoriais de grandes estilistas que estão cada vez mais exigentes e perfeccionistas. Tive a honra de estar entre os 25 selecionados para participar da oficina, entender como se produz uma foto de moda, as correntes de estilos de fotografia, a história do registro de moda, segredos de iluminação e conhecer o fotógrafo Bruno Zanardo, cuja experiência na área ultrapassa os 10 anos. Bruno Zanardo Fotografia de Moda SEDA Maoleskine

Tanta experiência não veio de graça. Bruno trabalhou com o renomado fotógrafo Clicio Barroso, juntos fundaram a Fototech (empresa mais atuante no mercado fotográfico) e conquistou a vice-presidência com apenas 24 anos! Ele procura sempre se manter atualizado e pesquisando, compra livros e revistas pra ampliar suas perspectivas, aprender novas técnicas, se questionar sobre novas possibilidades e principalmente compartilhar o que sabe com gente interessada. Olha só alguns dos itens que ele levou pra oficina pra que nós tivéssemos contato com o produto final e entendesse como se faz pra chegar até ele, além de alguns livros interessantíssimos:

livros Bruno Zanardo SEDA Maoleskine

Entre teorias, inúmeros exemplos de registros do vestuário ao longo dos anos, discussões sobre como a moda (que é algo tão efêmero) pode ter tanta relevância, sua perspectiva histórica e mercadológica e experimentos com diferentes posições de luz, Bruno comentou sobre a sua carreira, a realidade de quem vive disso, a necessidade de ter um diferencial para sobreviver no mercado, quais dificuldades ele teve no início da carreira e como conseguiu se destacar numa cidade onde a cada desfile numa edição de São Paulo Fashion Week, pelo menos 30 fotógrafos clicam as mesmas modelos indo e vindo da passarela. Manaus ainda não conhece esse ritmo frenético de produção, mas aqui já temos  grandes projetos de coleções de criadores que planejam expandir a visibilidade do seu trabalho, e para isso, precisam de profissionais que entendam o conceito e dominem técnicas para mostrar seu talento sem amadorismo ou aquela carinha de artesanato – que todo mundo acha ‘bonitinho’ ou interessante, mas ninguém efetivamente compra. Abaixo, alguns dos equipamentos de iluminação que Bruno utiliza para dar efeitos de volume e contraste nas fotos, experimentos de fotografia de corpo inteiro (muito utilizada na moda), de Beleza (cabelo e maquiagem) e as diferenças desse tipo de trabalho para o que estamos acostumados a ver (retratos com luz Rembrandt), e claro, eu tietando!SEDA Maoleskine Bruno Zanardo

Fiquei realmente surpreso com a notícia dessa oficina e espero que até o fim do ano mais eventos como esse aconteçam aqui em Manaus, e que cada vez mais pessoas tenham a chance de se especializar ou até mesmo profissionalizar pra melhorar cada vez mais a imagem do nosso estado. Sem profissionais qualificados, como vamos ter relevância? Se a produção de moda continuar sendo registrada de uma forma comum, as pessoas vão continuar a enxergá-la de forma comum, mas se alguém tiver um olhar diferente sobre o que é feito aqui e tiver expertise pra fazer com que mais pessoas também captem esse olhar, vamos finalmente ter a chance de ter relevância.

Site da Semana do Audiovisual 2013 / Fanpage no Facebook

Site do Bruno Zanardo / Fanpage no Facebook

Harper’s Bazaar / Revista Numéro

Foto com Bruno cedida por Maisa Brenda

Maoleskine no Facebook / Instagram: @maoleskine

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s