De olho na moda: Muito se olha, pouco se vê

kenzo eye print

O inverno 2013 da Kenzo trouxe uma estampa que me fez refletir muito. Parece algo simples, mas sob a minha ótica, esses olhos (eye print) ganharam um significado poético e muito simbólico. Faz tempo que eu percebo uma tentativa coletiva dos grandes designers de marcas como Chanel, Miu Miu, Herchcovitch e até mesmo a Kenzo de criar nas suas roupas uma atmosfera mais artística, contemplativa e questionadora, talvez para lembrar que mesmo com essa visão cosmopolita de tendências e necessidade de peça X ou Y, moda é simbiose, é uma extensão do que tem dentro do seu corpo, fora, é personalidade, expressão e muitas vezes intuição. Mas é preciso saber observar.

De que adianta ter acesso a uma biblioteca gigantesca se você não sabe ler?

Propositalmente ou não, Humberto Leon e Carol Lim (diretores criativos da Kenzo) conseguiram criar uma estampa que nos faz pensar. A ideia original tem a ver com simbolismo de proteção, como um talismã indiano (inspiração para a coleção de inverno da marca), mas ao meu ver, esses olhos distribuídos pelos moletons, calças, bolsas e até bonés são proposta a uma pergunta sutil: Será que, mesmo com tantos olhos, eu consigo enxergar o que precisa ser visto?

Nossa geração está tão cercada de informação, que às vezes a impressão que dá é que ninguém tá sabendo lidar. A geração Google se acostumou a pesquisar muito superficialmente, e isso naturalmente vem causando uma falta de critério e estreitamento de visão – o que na moda reflete em consumidores que não se questionam mais sobre a relação que a roupa teria com você e com as outras que você já tem, e sim, se é tendência ou não. Visão limitada, né?

Preto & Branco - bicolor/floral/esportivo
Preto & Branco tá na moda, e daí? Como me relaciono com isso?

Essa perspectiva é importantíssima para a engrenagem do comércio, já que a partir dessa noção, cada vez mais pessoas se sentem influenciadas a comprar determinados produtos, porém é triste perceber que na época onde a imagem de moda está mais democrática do que nunca, o consumidor final mantém uma ‘viseira’ que não lhe permite observar além da proposta. Essa crítica já anda permeando a moda há algum tempo, e como exemplo recente, olha o desabafo do site Chic da Gloria Kalil sobre como a informação de moda tem sido processada).

Dizer que moda é uma expressão dinâmica e não compreender suas mudanças e adaptações com o passar do tempo seria incoerência da minha parte. Hoje em dia não temos mais aquela ditadura fashion na qual as mulheres tinham que usar determinada peça de roupa para ‘estar na moda’, todas são livres para escolherem se expressar cada uma à sua maneira, então por que será que mesmo com tanta liberdade de escolha ainda vemos tanta gente uniformizada?

E se você não ficar bem de Cropped? E agora? O que você vai fazer pra estar ‘na moda’?

Talvez esteja na hora de ser abrir os olhos e perceber que as tendências são apenas opções e não obrigatoriedade. Que mais importante do que gastar dinheiro comprando uma peça que todas as blogueiras estão usando mas que não fica bem em você, é achar o seu estilo e fazer compras conscientes (afinal, não tá fácil pra ninguém $$$). Preto e branco, listrado, animal print, sneakers cropped top, mules, short boxer… nada disso faz sentido se não tiver a impressão da sua personalidade, afinal, tendências sempre vão ir e vir, e roupas sem um contexto são só roupas.

Abra seus olhos para novas possibilidades!

2 thoughts on “De olho na moda: Muito se olha, pouco se vê

  1. Oi André, tudo bom?
    É a primeira vez que comento aqui no Maoleskine, mas já tenho acompanhado o blog há um tempinho. Quero te parabenizar pela forma maravilhosa que você escreve, eu, na minha insignificância, valorizo muito blogs com “conteúdo”. Concordo muito com tudo o que está neste post.
    Beijos e sucesso!
    Iane.

    1. Nossa, que honra!
      Essas duas últimas semanas foram complicadas por conta da falta de tempo, mas tô aqui respondendo todo o carinho que você me deu! Muito obrigado mesmo! É uma luta diária pra manter a qualidade do que eu escrevo, e quando alguém de fato me expõe isso, eu fico sem ação de tão feliz! Que 2014 seja um excelente ano pros nossos blogs! Beijos!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s