Fora da fila A: de onde vem a informação de moda durante uma Fashion Week?

0,,21169591,00

Em pleno início da semana de moda em Nova York, a notícia que corre é surpreendente: a IMG (organizadora do evento), após um estudo feito pelo Conselho de Fashion Designers da América (CFDA), decidiu filtrar a entrada de bloggers de moda nos defiles. É isso mesmo. Acabou a farra.

Enquanto a decisão soa injusta para centenas de blogueiros(as) que não conseguiram credenciais nem convites para o grande evento, tem muita gente comemorando esse passo em direção à exclusividade. Os próprios estilistas e jornalistas especializados reconhecem que grande parte do público é formada de fashion victimspessoas interessadas nas celebridades e no status que a presença agrega à imagem do seu site, e isso é reflexo do acesso à informação que a nossa geração conquistou. Em vez de usar o seu portal para ‘traduzir’ para os seus leitores o que foi apresentado nas passarelas, essas pessoas aproveitam a oportunidade para “verem e serem vistos” e reportar apenas seu gosto pessoal.

Para ilustrar bem essa situação, olha só esse vídeo, que é uma pegadinha que a revista Glamour fez com algumas pessoas que já estavam dentro do evento (com suas devidas credenciais), no qual são feitas perguntas com informações falsas, testando o conhecimento dos que se dizem ‘fashionistas’.

Obviamente, não dá pra falar em informação e comunicação sem dar a devida importância à linguagem. Os blogs conseguiram simplificar e disseminar o conteúdo que antes só era possível adquirir nas revistas como Vogue, Elle ou Harper’s Bazaar – tudo isso usando sua escrita intimista característica, quase um diário – e não dá pra negar a importância disso, tanto para o comércio têxtil e de cosméticos, quanto para a própria informação, que agora possui novos tipos de vetores. PicMonkey Collage

Mas afinal, de onde vem a informação de moda?

Moda, sendo o aspecto dinâmico que é, sempre encontra formas de ganhar visibilidade. Não vai ser por falta de blogueiras no Fashion Week que as pessoas vão perder o acesso às atualizações. Sem falar nos públicos, que são os mais variados: existe um nicho focado no make e cabelo do backstage, outro que prioriza o Street Style justamente por ser mais facilmente relacionável, há aquelas que não querem informações profundas por não saberem interpretar e apenas procuram saber qual saia ou qual sapato elas vão ter que comprar para se enquadrarem na ‘tendência’ e há quem acompanhe apenas pela beleza do espetáculo. Essa tão discutida informação já não está ‘presa nos desfiles’.

“Ela passeia pelas ruas, aparece nas novelas, ganha um empurrãozinho quando alguma celebridade é paga para divulgar vestindo, está em looks do dia originais e inovadores, nos filmes, nas obras de arte, na música e no cenário da sociedade como um todo.” Fashion-Week-Front-Row1

Mas será que a massa consumidora está pronta para identificar esses conceitos nas coleções? Será que o leitor, acostumado a ter tudo que quiser à distância de um clique no celular, está pronto pra emitir uma opinião a partir do que vê numa passarela? Será que é mais fácil copiar o look que a Carolina Dieckmann usou na primeira fila do São Paulo Fashion Week ou captar os elementos de cada desfile pra compor algo original, de acordo com a sua identidade? Será que é mais complicado decifrar o que um jornalista de moda reporta numa entrevista do que o que um depoimento de qualquer celebridade dando sua vaga opinião sobre o que é moda e não falando nada sobre o desfile que foi paga pra assistir? Qual será o futuro dos blogs de moda?

#maisconteúdoemenosvaidade

Contato do Blog

4 thoughts on “Fora da fila A: de onde vem a informação de moda durante uma Fashion Week?

  1. Jesus Cristo! A menina apóia o uso de pele verdadeira e ainda diz que é super legal essa atitude sustentável por que eles aproveitam a carne do animal como alimento…alguém come carne de chinchila, leopardo??? Infelizmente o mundo está cheio de gente com esse pensamento, aí sim merece ser chamada de fútil! Eu adorei o post André e sempre acho sua opinião muito bem colocada! Só tô aqui querendo dar um tiro nessa sem noção!
    abraços

    1. Oi, Iane! É um absurdo ver quanta gente sem noção circula por aí, fazendo com que cada vez mais pessoas enxerguem interessados por moda como gente fútil e alienada.. mas né? Vira e mexe a gente descobre quem é quem no jogo do bicho! Muito obrigado pelo elogio!

      Beijão!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s